Causas, sintomas e tratamento de labirintite. Informação sobre os diversos tipos de labirintite, como labirintite aguda, crônica e esclerosante


Como a neurite vestibular pode afetar a vida

Uma pessoa que tenha uma neurite vestibular, provavelmente não será capaz de fazer uma vida normal por uma ou duas semanas. Essa pessoa pode ficar com alguma menor sensibilidade para orientar o movimento, e esta situação irá persistir por vários anos, e pode mesmo reduzir a sua capacidade de realizar atividades desportivas, como frescobol, vôlei e atividades similares. Após a fase aguda longa, para um déficit vestibular moderado, as quedas não são mais prováveis de ocorrer do que as quedas de qualquer outra pessoa de sua idade sem déficit vestibular. Pessoas com certas profissões, como pilotos, podem ter um maior impacto a longo prazo. Você também pode ter problemas leves com o seu pensamento. Mesmo em pessoas que são bem compensadas, integração sensorial parece exigir mais atenção em pessoas com lesões vestibulares do que indivíduos normais.

Neurite vestibular Recorrente - Vertigem recorrente benigna
Felizmente, na grande maioria dos casos (no mínimo 95%), neurite vestibular é uma experiência que ocorre apenas uma só vez.
Raramente a síndrome é recorrente, e volta ano após ano. Quando se tem neurite vestibular recorrente, o complexo de sintomas muitas vezes ocorre sob outros nomes. Estes incluem vertigem paroxística benigna em crianças (Basser, 1964), vertigem recorrente benigna (Slater 1979, Moretti et al, 1980), ou a síndrome de Ménière vestibular (Rassekh e Harker, 1992). Muitos autores atribuem essa síndrome, a enxaqueca associada com vertigem e verifica-se que muitas vezes existe um padrão familiar (Oh et al, 2001).


ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL