Informação sobre labirintite, causas, sintomas e tratamento de labirintite. descrevendo os diversos tipos de labirintite, como labirintite aguda, crônica e esclerosante, com propostas de tratamento natural, médico e alternativo, assim como dicas de uma alimentação adequada de modo a prevenir e evitar labirintite.


Doença de Ménière

A doença de Ménière é um distúrbio de controle endolinfático, no qual há uma dilatação (hidropsia) dos espaços endolinfáticos do labirinto membranoso, de origem idiopática. Ocorre com mais freqüência entre os 30 e 60 anos de idade. Um episódio típico é experimentado como uma sensação inicial de plenitude da orelha, uma redução na audição e o zumbido, seguido pela vertigem rotacional, o desequilíbrio postural, o nistagmo, a náusea e os vômitos depois de alguns minutos. Alguns pacientes caem repentinamente, sem nenhum aviso anterior; estes eventos, que podem ocorrer nos estágios posteriores da doença, são chamados de crises otolíticas de Tumarkin e devem ser diferenciados de outros tipos de episódios de queda. Em geral, o diagnóstico é feito pela história, que se caracteriza por episódios rápidos ou prolongados de vertigem, desequilíbrio, vertigem posicional durante e entre os episódios, perda auditiva sensitivoneural progressiva flutuante, zumbido, pressão aural, incapacidade de tolerar ruídos altos e diplacusia. Nas crises, ocorrem também prostração, náuseas e vômitos, sendo que todos estes sintomas têm uma duração mínima de 10 minutos, podendo persistir por várias horas. Ao exame, é possível observar nistagmo tipo periférico, instabilidade da marcha e diminuição da acuidade auditiva do tipo neurossensorial.
Índice dos artigos relativos a Labirintite
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL